A abdominoplastia

DERMOLIPECTOMIA (Plástica Abdominal)
PÓS CIRURGIA BARIÁTRICA

Indicação:
Após grandes emagrecimentos (CIRURGIA BARIÁTRICA), com a redução drástica do volume de gordura abdominal, ocorre um abaulamento flácido do abdômen, formado por um excesso de pele. Devido ao grande estiramento da pele durante o período de obesidade, a pele perde parte da sua elasticidade, e quando ocorre a perda de peso, ela não retrai o suficiente, originando o “abdômen em avental” caracterizado por um sobra de pele pendular abaixo do umbigo. A abdominoplastia remodela o abdômen ao retirar o excesso de tecido (pele e gordura) que se acumula principalmente abaixo do umbigo e também por ajustar a cinta muscular frouxa. Não é uma cirurgia para emagrecer e sim para o remodelamento do abdômen.

Tipo de anestesia:
A anestesia pode ser a peridural ou a geral.

Tempo de internação:
Geralmente entre 2 e 4 dias, dependendo da recuperação, sendo avaliado caso a caso.

Complicações:
Dentre as complicações possíveis, podem ser citados: hematoma, seroma, infecção, necrose (sofrimento da pele), deiscência (abertura da sutura), quelóide, trombose, embolia
Por serem as complicações mais freqüentes em paciente fumantes, estes devem se abster do cigarro por no mínimo 1 mês antes da cirurgia, para minimizar os riscos. No caso de uso de anticoncepcional oral, deve-se suspender o uso 1 mês antes da cirurgia, período no qual outro método anticoncepcional deve ser adotado.

Resultado definitivo:
O resultado definitivo da abdominoplastia é atingido após 6 – 12 meses da cirurgia, período necessário para a acomodação dos tecidos e amadurecimento da cicatriz.

Recomendações sobre a Dermolipectomia Pós Cirurgia Bariátrica:

1.) Recomendações no Pré-operatório:

a.) Comunicar-se comigo se houver qualquer dúvida.

b.) Internar-se na Clinica, obedecendo ao horário de internação. Ao chegar à Clínica ou Hospital, comunique na recepção o nome e o telefone do familiar ou acompanhante que virá buscá-la (o).

c.) Evitar bebidas alcoólicas ou refeições muito pesadas, na véspera da cirurgia.

d.) Evitar todo e qualquer medicamento para emagrecer, que eventualmente esteja fazendo uso, por um período de 10 dias antes do ato cirúrgico. Isto inclui também os diuréticos e medicamentos que prejudiquem a coagulação (Aspirina, AAS, Buferin, anti-inflamatórios,etc.) e anticoncepcionais oral ou injetável.

e.) Programar suas atividades sociais, domésticas ou escolares, de modo a não se tornar indispensável a terceiros, por um período de aproximadamente 2 semanas.
f.) Evitar fumar por, ao menos, 30 (trinta) dias antes da cirurgia.
g.) Manter jejum de oito (8) horas antes da hora marcada da cirurgia.

2.) Recomendações no Pós-operatório:

a.) Evitar esforços físicos intensos por um período mínimo de 30 dias.

b.) Levantar-se tantas vezes quanto lhe for recomendado por ocasião da alta hospitalar, obedecendo aos períodos de permanência sentada, assim como evitar ao máximo escadas longas.
c.) É colocado um dreno abdominal e deixado por alguns dias, que será retirado conforme a evolução no pós-operatório.

d.) Não se exponha ao sol ou friagem, por um período mínimo de 8 semanas.

e.) Andar com ligeira flexão (curvada) do tronco e manter passos curtos, por um período de 14 a 21 dias. Ao se deitar coloque travesseiros atrás das costas e abaixo dos joelhos, deixando assim o abdômen sem tensão.

f.) Uso de cinta elástica por no mínimo 1,5 mês.

g.) Voltar ao consultório para os curativos subseqüentes, nos dias e horários estipulados.

h.) Provavelmente você estará se sentindo tão bem, a ponto de esquecer-se que foi operada recentemente. Cuidado! A euforia poderá levá-la a um esforço inoportuno, o que determinará certos transtornos.

i.) Não se preocupe com as formas intermediárias nas diversas fases do pós-operatório. Tire comigo quaisquer dúvidas.

j.) Em caso de pacientes muito obesas, poderá ocorrer, após o 8°. dia, a eliminação de certa quantidade de líquido amarelado por um ou mais pontos de cicatriz. Não se preocupe se isto lhe ocorrer. É a “lipólise”, que não significa absolutamente complicação.
l.) Alimentação normal (salvo em casos especiais).
m.) Uso de Dipirona ou Tylenol é recomendável, em caso de dor no pós-operatório.
n.) Aguarde para fazer sua “dieta ou regime de emagrecimento”, após a liberação médica. A antecipação desta conduta por conta própria, poderá determinar conseqüências difíceis a serem sanadas.
o.) Consulte este folheto de instruções quanto à sua evolução pós-operatória, tantas vezes quanto necessário.

* Recomendações gerais que podem ser adaptadas caso a caso.