A cirurgia de orelha de abano (Otoplastia)

Como é?
A orelha é uma das partes do corpo humano que poderá trazer o estigma familiar: “O filho tem a orelha do pai”! Muitas vezes a orelha em abano, defeito estético mais comum, é encontrada em vários membros da família e constitui uma identificação negativa, principalmente pelo fato de gerar caçoadas na infância, trazendo como conseqüência marcas profundas no comportamento da criança. Assim é que existe uma idade ideal para se fazer a cirurgia de correção do abano: 5 a 7 anos, período em que a orelha já está totalmente formada e quase igual ao tamanho daquela do adulto. Além do mais, por se tratar de um período pré-escolar, nessa fase começam os problemas de ordem psicológica.

Indicação:
Uma anomalia na forma, tamanho ou posição do pavilhão auricular pode trazer problemas de ordem estética ou psicológica. Em geral os defeitos da orelha são congênitos.

Operação:
A forma e o tamanho definitivo do pavilhão auricular já são atingidas com 5 a 7 anos de idade. Por isso a cirurgia já pode ser realizada a partir do 5°ano de idade (fase pré-escolar). Através de um corte na região retroauricular (atrás da orelha), resseca-se uma parte da cartilagem. A cartilagem restante é então colocada em posição e modelada com relação à forma, posicionamento e tamanho.

Anestesia:
Crianças em geral toleram melhor a anestesia geral.
Como a cirurgia é bem simples e praticamente indolor, a maioria dos adultos é operada em anestesia local com ou sem sedação.

Período de permanência na clinica:
Em geral tratamento ambulatorial ou estada na clínica por 1 -2 dias.

Cuidados pós-operatórios:
Curativos compressivos de atadura de crepon, na cabeça por 2 dias, tipo “capacete”. Após este período, é feita a lavagem dos cabelos. Retirada de pontos após 2 semanas. Por um período de aproximadamente 4 semanas deverá ser utilizada uma faixa compressiva (comum nos jogos de tênis) para evitar-se uma recidiva do problema.

Frequentes perguntas e respostas sobre a cirurgia de orelha de abano

01 | A cirurgia da orelha em abano deixa cicatriz?

A cicatriz desta cirurgia é praticamente invisível, por localizar-se atrás do crânio. Além do mais, como se trata de região de pele muito fina, a própria cicatriz tende a ficar “quase imperceptível”.

02 | - Qual o tipo de anestesia?

Crianças:
anestesia geral.

Adultos:
anestesia local (ou a critério) com ou sem sedação.

03 | Qual o período de internação?

Anestesia geral: 24 – 48 horas.
Anestesia local: 6 a 8 horas ou regime ambulatorial

04 | Quanto tempo demora o ato cirúrgico?

Geralmente em torno de 60-90 minutos (bi-lateral), ou 60 minutos (uni-lateral).

05 | Há perigo nesta operação?

O perigo não é maior ou menor que aquele de se viajar de automóvel, avião ou mesmo o simples atravessar de uma rua. São riscos do quotidiano, aos quais estamos acostumados a enfrentar.

06 | Há dor no pós-operatório?

Geralmente não. Os adultos podem ter um pouco mais de dor que as crianças. Quando houver a intercorrência de discreta dor, poderemos combatê-la com analgésicos comuns. Evitar aspirina, pois intensifica o sangramento.

07 | Como é o curativo?

Faço a proteção da cicatriz com curativos pequenos e protege-se a orelha (principalmente em crianças), nos primeiros dias, com uma espécie de touca, a fim de evitar traumatismos locais.

08 | Quando são retirados os pontos? Há dor?

Os pontos são retirados após 3 a 4 semanas, para evitar-se o alargamento da cicatriz. Não existe dor na retirada dos pontos.

09 | Em quanto tempo se atingirá o resultado definitivo?

Assim que se retira o curativo já teremos em torno de 80 % do resultado almejado, porém há edema e equimose (inchaço e roxidão) que regridem em até 21 dias. Após 3 a 6 meses, o resultado será definitivo.

10 | Não há o risco de "voltar o problema do abano" após a cirurgia?

Naturalmente, como em qualquer outro tipo de cirurgia estética, estamos lidando com tecidos vivos, que podem se modificar por influência de cicatrizes ou edemas locais. Em raros casos há uma recidiva de uma ou ambas orelhas, em geral nunca tão acentuado como antes. Uma nova correção local é possível.

Recomendações sobre otoplastias estética:

1.) Recomendações Pré-operatório:

a.) Comunicar-se comigo até a véspera da cirurgia, em caso de gripe, infecções, etc. Obedecer ao horário estabelecido para internação.

b.) Em caso de anestesia geral, manter-se em jejum por um período de 8 a 12 horas antes.

c.) Lavar os cabelos na véspera da cirurgia.

d.) Se voce tiver cabelos compridos, não deverão ser cortados e sim mantidos até um período à cirurgia. Isto ajuda a disfarçar o curativo, nos primeiros dias.

e) Trazer todos os exames laboratoriais exigidos, os documentos informativos e a autorização para cirurgia preenchida e assinada (pelos pais, se for menor de idade).

2.) Recomendações Pós-operatório:

a.) Evitar sol, friagem, vento e traumatismos locais por um período de 10-14 dias.

b.) Comparecer ao consultório, para controle pós-operatório, conforme orientação.

c.) Obedecer à prescrição médica.

d.) Poderá retornar às atividades escolares e/ou profissionais imediatamente (com cura-tivo) ou 4 a 5 dias após a cirurgia

e.) Evitar dormir de lado, em cima da orelha, por 1 mês.

f.) Dieta livre.

* Recomendações gerais que podem ser adaptadas caso a caso.